21 maio 2012

Resenha: As Chaves do reino - Sr. Segunda-feira


Sr. Segunda feira, da série As Chaves do Reino, é um livro muito bem escrito e que vale a pena ler, pode apostar.
Cada livro da série, corresponde a um dia da semana e um pecado capital, o primeiro é a Preguiça.


Sete dias. Sete chaves. Sete virtudes. Sete pecados.
Ninguém espera que Artur Penhaligon seja um herói. Órfão, com a saúde debilitada e sem coragem, ele sofre com o medo de que a praga que invadiu seu país leve embora sua família adotiva. Mas, quando uma estranha chave em forma de ponteiro de relógio é entregue a ele, Artur descobre que é o Herdeiro das Chaves para o Reino.
Tudo o que acha que sabe - sobre seus pais, sua cidade e sua vida - está prestes a mudar. Agora que ele herdou a Chave de uma Casa estranha e perigosa, não há como voltar atrás.
Ele deve reunir toda sua coragem e arriscar aquilo que ama para desvendar os segredos do mundo que descobriu e salvar o mundo que ele conhece.
Resenha: Artur Penhaligon sofre de constantes ataque de asma, e quando está em sua escola nova, no meio de uma corrida na aula de Educação Fisica, sofre um de seus ataques e tem uma visão estranha, de homens com "cara de cachorro" e um senhor em uma banheira, chamado de Sr. Segunda-feira. O mais estranho disso tudo, é que alguém lhe da algo como um ponteiro e um livro pequeno, que não pode ser aberto. Entretanto, este ponteiro o deixa sem os sintomas do ataque de asma, e se ele segurar os dois ao mesmo tempo, o pequeno livro se abre, e palavras voam. Dois de seus novos amigos também viu os "caras de cachorro" e eles espalharam uma nova doença, que pode matar. Além de que, na vizinhança de Artur, apareceu uma enorme casa, com uma estrutura antiga, na qual parece ter a solução para todos os problemas de Artur. Ele viaja nessa aventura, dentro da casa para conseguir a cura, e acaba descobrindo que é o herdeiro da chave dos sete reinos. Ele passa por várias aventuras, descobre novas coisas e faz novos amigos, além de aprender uma lição de moral sobre as pessoas que devemos confiar.
"Você deve confiar naqueles que te querem bem, e não nos que querem usar você. Seja um jogador e não uma peça do jogo."
Minha opinião: Eu amei esse livro, me lembrou Percy Jackson, e como eu adoro livros assim, eu me apaixonei pela história, é uma aventura íncrivel, realmente vale a pena ler. Eu já tinha lido Quarta-feira submersa, contudo, vou relê-lo, para poder fazer a resenha, e lembrar de detalhes para continuação. 

Não esqueçam de deixar sugestões e sua opinião, ela é muito bem-vinda. Até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo