24 maio 2012

Resenha: Diários do Vampiro — O Despertar

O amor, em si, já é complicado; agora, amar duas pessoas, sendo elas dois vampiros, só piora as coisas. A saga "Diários do Vampiro" (que deram origem à série de TV The Vampire Diaries) conta como Elena encontrou-se envolvida com os dois irmãos Salvatore, Stefan e Damon, fazendo com que sua vida mudasse da água para o vinho.


Um triângulo amoroso fatal.
Irmãos e inimigos mortais, Damon e Stefan Salvatore são assombrados por um passado trágico. Vivendo nas sombras desde a Renascença italiana, eles estão condenados a uma vida solitária: são vampiros. Séculos mais tarde, o destino parece levá-los a percorrer o mesmo caminho que um dia os conduziu àquela vida amaldiçoada e eterna. Em Fell's Church, na Virgínia, Stefan conhece Elena Gilbert, uma adolescente bela e popular. No encalço de Stefan, Damon procura vingança, e logo Elena se verá divida entre os dois irmãos — e entre o amor e o perigo.


Resenha: Se há uma autora que consegue fazer com que você tenha medo e sinta aflição nas horas de suspense, com certeza esta é a Lisa Jane Smith (mais conhecida por sua abreviatura “L. J. Smith”). Em seus livros, os personagens — tanto sobrenaturais quanto seres humanos — possuem uma beleza única, atrativa e pouco convencional, o que me atraiu bastante ao ler o livro (porque de feio, já basta eu, né?).
Pois bem, neste livro a história é narrada pelas personagens Elena e Stefan, onde mostra como a vida de uma adolescente popular do ensino médio pode ser bem solitária, apesar de haver várias pessoas ao seu redor. Stefan, sendo um vampiro, não fica atrás, pois possui uma dor na consciência sobre seu antigo amor, que morrera há muitos e muitos anos atrás.
  Ao chegar a Fell’s Church, Stefan vê ali naquela cidadezinha uma nova chance de recomeçar a vida, após séculos vivendo em um lugar escuro, escondendo-se pelo o que fizera há mais de quinhentos anos atrás. Mas logo ele perceberá que nem todas as cidadezinhas são tão pacatas quanto aparentam...
Elena, até então uma menina mesquinha e egocêntrica, vê em Stefan um alvo em potencial, mas logo percebe que ele a ignora, não ligando para suas táticas de sedução. Assim, ela vê que Stefan é aquele cara que ela sempre andou procurando, aquele que fará com que o vazio em seu coração seja preenchido. E acreditem, ela faz de tudo para ganhar seu coração...
  Como eu disse, nem toda cidade pequena é sinônimo de paz e tranquilidade, e logo Stefan começará a duvidar de seu autocontrole, pois começam a aparecer pessoas sendo atacadas, com seus sangues drenados e estando prestes a morrer. Elena, junto com Meredith e Bonnie, suas melhores amigas desde a infância, fazem um pacto de sangue, dizendo que elas farão de tudo para que Elena consiga o amor de Stefan.
  O clímax do livro chega quando Elena e suas amigas, sem falar em Matt, seu ex-namorado, e Caroline, inimiga mortal de Elena, estão na Casa Mal-Assombrada, uma festa anual de Halloween que ocorre no ginásio da escola. Lá, eles encontram o corpo de alguém — todo ensanguentado e morto. Elena vê um vulto negro passando por ali, mas quem poderia ser aquele estranho misterioso?
  Quem será o culpado disto tudo? Stefan? Ele é um forte candidato, já que os ataques à Fell’s Church só começaram a acontecer depois que ele chegou à cidade.


Minha opinião: A saga é muito boa, envolvendo ação, aventura, suspense e... vampiros. Apesar de muitos dizerem que é uma cópia de Crepúsculo, eis que se enganam, pois a série fora escrita em 1991. Se alguém copiou alguém, com certeza não foi essa autora. Com algumas pitadas de romance aqui e ali, o livro, que é bem fininho, faz com que você o leia rapidamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo