07 julho 2012

Resenha: O melhor de mim

Voltei com mais uma resenha. O incrível livro O melhor de mim, escrito por Nicholas Sparks e publicado pela editora Arqueiro. Percebi que essa é a primeira resenha do escritor Nicholas Sparks, apesar de não ser o primeiro livro dele que eu li. 


Sinopse: Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre. Num romance envolvente, Nicholas Sparks mostra toda a sua habilidade de contador de histórias e reafirma que o amor é a força mais poderosa do Universo - e que, quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las.
Resenha: Dawnson e Amanda passaram sua adolescência inteira em uma cidade pequena chamada Oriental. Amanda era de uma família rica, era popular e muito bonita. Já Dawnson vinha de uma família na qual todos na cidade temiam, até as autoridades, sua família era cheia de bandidos. Sua mãe fugiu de casa quando ele era pequeno e o deixou com seu pai. 
Dawnson fazia o melhor para ser diferente, estudava muito e era muito recluso, só que logo que sua família percebeu, seu pai batia nele, pois seu pai era o lider da família e não aceitava isso.
Dawnson saiu de casa e foi morar no quintal de um mecânico - Tuck Hostetler - que era víuvo.
Ele sempre prestou atenção em Amanda, porém, só tomou coragem para chamá-la para tomar sorvete durante uma aula de Quimica e para sua alegria e surpresa, ela aceitou.
Logo, a amizade deles evoluiu e eles se apaixonaram, porém, a família de Amanda não aceitava isso e logo que descobriram que era mais que um "rolinho", sua mãe lhe colocou "contra parede" dizendo que se ela continuasse com Dawnson, poderia sair de casa e viveria de fato como uma adulta, já que estava agindo como uma e eles não pagariam sua faculdade. Amanda estava disposta a fugir com Dawson, contudo, ele não queria estragar o futuro da garota que tanto amava, então, rompeu o namoro.
Dawnson seguiu sua vida sozinho, sendo assombrado por fantasmas, trabalhando em uma plataforma de petróleo. Pois após ser preso em sua cidade natal, foi embora e construiu uma vida solitária sem nenhuma mulher após Amanda.
Amanda se casou e teve quatro filhos, porém, um deles morreu. Ela estava cheia de problemas em seu casamento e tentava se dividir entre o hospital que trabalhava como voluntária, seus filhos e sua casa.
"O primeiro amor deixa marcas para a vida inteira."
Porém, após vinte anos Tuck Hostetler arma um reencontro, ele era melhor amigo dos dois e deixou em seu testamento coisas que queria que os dois cumprisse.
Fiquei um tanto decepcionada com a semelhança com Diário de uma paixão, porém, chega em uma certa parte que a história da um revira volta, com ação e uma pitada de sobrenatural que não tinha em Diário de uma Paixão. Pois ao contrário do casao de Diário de uma Paixão, que não tinham nada a perder, Amanda tinha todo uma família e apesar de Dawnson está sozinho, ela decidi que há coisas demais para abrir mão e então vai embora.
Só que um acidente acontece com seu filho mais velho e seu marido e Dawnson, ainda em Oriental, também tem uma grande surpresa e com ajuda do seu fantasma, cumpre seu propósito.

Minha opinião: Eu simplesmente A-M-E-I esse livro, como todos os outros livros de Nicholas que eu já li, afinal, estamos falando do Nicholas Sparks, né? Apesar de acontecer que deixa você com os olhos vermelhos de tanto chorar, o final me surpreendeu e eu realmente amei demais o desfecho. Posso não ter conseguido passar toda a magia do livro através da sinopse, mas esse livro, com certeza me emocionou, apesar da inicial semelhança com Diário de uma paixão, o final toma totalmente outro rumo e com todo o romance e drama do Nicholas.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo