20 maio 2013

Resenha: O Guarani

Oi seus lindos, eu vim trazer uma resenha que eu fiz sobre o livro Guarani, escrito pelo lindão do José de Alencar.



O livro "O Guarani" faz parte da trilogia Indianista de José de Alencar.
O livro foi classificado assim, pelo fato de obter diversas características do romantismo indianista. Como por exemplo, o fato de o índio Peri ser exaltado como o heroí nacional, tendo sua figura admirada e respeitada, a exaltação a natureza que é decorrente no livro, a volta ao passado - a história sendo contada nos anos de 1604 -, a religiosidade de praticamente todos os personagens, que fica explícita durante a narrativa e por fim o sentimentalismo.
Foi desenvolvido em princípio em folhetim, de fevereiro a abril de 1857, no Correio Mercantil, para no fim desse ano, ser publicado como livro, com alterações mínimas em relação ao que fora publicado em folhetim.
A obra fez de José de Alencar um autor reconhecido. Foi republicada por diversas editoras e, atualmente, encontra-se em domínio público.
O livro é pequeno e possui apenas 68 páginas.
A história se passa no Vale do Paraíba, na fazendo de um Fidalgo chamado Dom Antônio de Mariz. A história começa quando Peri - um índio guarani, da tribo Goitacá -, salva a vida de Cecília - filha do fidalgo -, e proclama a partir dai que a mesma é sua senhora, e justifica dizendo que a viu em um sonho, e que ele tem um dívida com seu pai por ter salvo a vida de sua mãe.
Peri a partir do livro se põem diversas vezes em perigo para realizar os desejos de Ceci - que é como ele a chama. Seja capturar borboletas, ou onças, ou enfrentar cobras, e se jogar na frente de flechas para proteger Ceci - episódio que acontece no livro.


A trama gira em torno de duas histórias, de um lado a vingança da tribo aimoré quando uma índia da tribo é morta sem querer pelo filho do Fidalgo, Dom Diogo. Do outro o plano de Loredano, que pretende roubar Cecília, destruir a família do Fidalgo e depois capturar o ouro das minas de prata de Robério Dias, que ele diz ter encontrado em uma floresta. Justamente na mesma floresta e lugar onde o Frei Ângelo di Luca havia se perdido e o roteiro enquanto fugia.
A trama segue girando em torno dessas duas situações que caminham para o clímax, onde serão desencadeadas de vez.
Durante toda a narrativa o amor de Peri por Cecília fica claro, e o amor da senhora pelo índio também. Conhecemos também Isabel que é a suposta prima de Cecília - mas que na verdade é filha do fidalgo fora do casamento com uma índia. Isabel se apaixona por Álvaro, mas o mesmo está prometido para Cecília.
Durante o decorrer da trama Isabel finalmente expõem seus sentimentos e Álvaro acaba se vendo encantado, e quando menos espera, se percebe apaixonado pela mesma.
Concluindo, o fidalgo finalmente descobre tudo sobre Loredano, mas o mesmo já dividiu seus homens, e pretende atacar a casa, ele é impedido e forçado a se unir ao fidalgo quando os selvagens da tribo aimoré chega a residência atrás de sua vingança.
Álvaro se declara a Isabel, fazendo a mesma muito feliz, mas ele é dado como morto durante a luta e quando é levado ao quarto da mesma, ela se fecha com ele lá dentro e se mata para ficar com o amado por inanação de fumaça.
Loredano depois de descoberto acaba sendo queimado na fogueira pelo os seus próprios companheiros na revolta contra o fidalgo.
Peri faz tudo para salvar Cecília, até se entregar para os selvagens e tomar veneno para que eles como canibais quando o comecem, morrecem por causa do veneno. Felizmente, ele é resgatado e toma o antídoto antes que o pior pudesse acontecer.
A história termina com o fidalgo explodindo a casa, morrendo assim junto com a sua família, os seus homens e aventureiros e todos os inimigos. Peri foge com Cecília de canoa, mas é surpreendido por uma enchente e recorre assim a lenda de Tamandaré que durante o dilúvio tinha salvo a companheira, boiando em uma palmeira;
E então Peri arranca uma palmeira do chão, e navegando nela os dois se beijam.

Opinião pessoal: TUDO MUITO BONITINHO. Me deu vontade de agarrar o Peri e ficar com ele pra mim, ele falando sobre ela é a coisa mais linda cara. Me apaixonei de verdade, e super recomendo para todos vocês.
Espero que tenham gostado, beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo