19 novembro 2015

[Filme] Simplesmente Acontece

Ficha Técnica:
Gênero: Comédia Romântica
Direção: Christian Ditter
Roteiro: Juliette Towhidi
Elenco: Aris Athanasopoulos, Art Parkinson, Chelsea O'Connor, Christian Cooke, Jaime Winstone, Jake Manley, Jamie Beamish, Jemma Curran, Jonathan White, Kris Edlund, Leah O'Rourke, Lily Collins, Lily Laight, Marion O'Dwyer, Nick Hardin, Nick Lee, Norma Sheahan, Sam Claflin, Suki Waterhouse, Tamsin Egerton, Tristan Heanue, Una C.
Produção: Robert Kulzer, Simon Brooks
Trilha Sonora: Ralf Wengenmayr
Duração: 103 min.
Ano: 2014
País: Reino Unido
Distribuidora: Imagem Filmes
Estúdio: Canyon Creek Films / Constantin Film Produktion
Classificação: 14 anos
Sinopse: Os jovens britânicos Rosie e Alex são amigos inseparáveis desde a infância, experimentando juntos as dificuldades amorosas, familiares e escolares. Embora exista uma atração entre eles, os dois mantêm a amizade acima de tudo. Um dia, Alex decide aceitar um convite para estudar medicina em Harvard, nos Estados Unidos. A distância entre eles faz com que nasçam os primeiros segredos, enquanto cada um encontra outros namorados e namoradas. Mas o destino continua atraindo Rosie e Alex um ao outro.



Minha Opinião: 























Desde que soube do lançamento da adaptação de "Simplesmente Acontece", titulo original "Love, Rosie" fiquei com muita vontade de assistir, embora eu ainda não tenha lido o livro resolvi mesmo assim ver. Como uma obra da Cecilia Ahern, minhas expectativas foram lá em cima, seus romances são incríveis claro!

Tanto o livro tanto o filme foram lançados em 2014 e com a publicação da Novo Conceito. Pelas resenhas que li sobre a obra, a história é contada por meio de cartas, bilhetes, postais, chats e e-mails. E como estamos falando de filme a adaptação segue um rumo diferente e só sei que o filme eu amei, espero amar o livro tanto quanto.
A trama sem dúvidas me conquistou, para falar a verdade histórias de romances que começam com amizades ao meu ver são as mais lindas. Mas enfim, a trama se trata de dois amigos de infância que passam por todas as fases juntos, no entanto em determinado momento o destino interfere e cada um dos personagens vivem fases diferentes e distantes. É a partir deste momento que as coisas vão fluindo, Rosie precisa continuar na cidade e Alex parte para a universidade.
Enquanto assistia só queria que os dois voltassem a se reencontrar, embora quando aconteceu foi maravilhoso.


A amizade, o companheirismo, o amor... estão presentes a todo momento, é um romance tipico e muito agradável, ainda mais que não envolve grandes tragédias.
Esse é um daqueles filmes que assistiria várias vezes com direito a cobertor, pipoca e café.

Os protagonistas foram muito bem interpretados, embora eu seja suspeita para falar por amar a Lily Collins. Realmente a dupla combinou muito bem e me arrancou suspiros repetidas vezes.
Rosie (Lily Collins) me surpreendeu somente pelo fato de ela não ser uma tipica mocinha e com o decorrer do filme só pude ver o amadurecimento dela e a capacidade que ela sempre teve.
O Alex (Sam Caflin) além de lindo e inteligente é um ótimo amigo, embora em certo momento ele fez escolhas erradas e deixou varias vezes escapar as oportunidades que teve com a Rosie.
As cenas foram muito bem desenvolvidas e deu para acompanhar o passar dos anos sem se confundir. Pude me divertir junto com eles e me deliciar com a amizade sincera que eles tinham. E como o titulo bem diz simplesmente acontece, é isso que me faz apaixonar, porque quando se dão conta o sentimento está ali e é mais firme do que se imagina. E se apaixonar pelo seu melhor amigo é tão inesperado e ao mesmo tempo incrível.
























O final me deixou bem satisfeita, pois aconteceu o que era o certo e os personagens mereciam um final feliz. A trama cumpriu o que se espera dela, como uma comédia romântica o que importa é entregar a recompensa que seria o amor dos protagonistas do que garantir uma originalidade. As brigas, os beijos, os discursos emocionados estão ali e nos momentos certos. Talvez no livro os detalhes sejam maiores e com mais substâncias, mas se tratando de um filme creio que atendeu as expectativas.
Espero que eu tenha conseguido passar tudo para vocês, afinal estou bem enferrujada por fazer tanto tempo que não escrevo nada. Só sei que recomendo o filme e espero logo por mais adaptações das obras da Cecilia.

Trilha Sonora:

  1. I’ll Never Fall In Love Again – Iba feat. Martin Gallop
  2. Son of Sam – Elliot Smith
  3. Alone Again (Naturally) – Gilbert O’Sullivan
  4. Life With Grace – Super700
  5. Take Me To A Higher Plane – Kate Nash
  6. Get Me Back – MiMi & The Mad Noise Factory
  7. I’m Confessin – Peggy Lee
  8. Tiny Dancer – Elton John
  9. Littlest Things – Lily Allen 
  10. Crazy in Love – Beyoncé 
Trailer:

Até a próxima!

Um comentário:

  1. mesmo com as diferenças do livro e aquela velha insegurança gostei muito, as escolhas dos atores foram perfeitas e retratou os acasos da vida
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo